Como proteger seu cão do barulho de fogos de artifício?

Quem tem bichinhos de estimação sabe que é sempre uma tortura nos dias de jogos, datas comemorativas ou em outras ocasiões em que o barulho de fogos toma conta do bairro, não é mesmo? Eles ficam com medo, choram, querem se esconder, ficam agitados e parecem que as tentativas de os acalmar são sempre frustradas.

O medo desses barulhos é muito comum nos cães de qualquer porte. Isso acontece porque a sua audição é muito mais aguçada e sensível do que a dos humanos. Como consequência, eles podem fugir, destruir a casa por tentar se esconder e até mesmo se machucar. Por isso, saber como proteger o seu cão contra barulho de fogos é essencial.

Vamos aprender mais sobre o assunto? Venha conosco!

Faça o cão se acostumar com barulhos altos

Desde pequeno, mostre para o cachorro que os barulhos altos são comuns. Ao ouvir um ruído novo, não tenha o impulso de abraçá-lo ou escondê-lo. Aja naturalmente para que ele perceba que essa é uma situação comum.

Caso o cão seja adulto, vale tentar gravar em um CD sons com os quais ele não está acostumado a ouvir (inclusive barulhos de fogos) e inserir na sua rotina.

Coloque algodão no ouvido do cachorro

Se o seu cão permitir, insira bolas de algodão no seu ouvido. Isso evita que o som entre em contato direto com o seu aparelho auditivo e abafa um pouco o ruído. Tente fazer isso uns dias antes dos fogos para ver como ele reage. Se ele não gostar, não insista!

Dê carinho nesses momentos

O cachorro quer que o seu dono esteja presente nesses momentos. Por isso, dê muito carinho e mostre que essa é uma situação normal. Mantenha a tranquilidade e passe muita confiança ao seu pet.

Arrume um cantinho para ele se esconder

Proporcione um bom esconderijo para que ele possa se abrigar. Tire da sala todos os objetos que possam machucá-lo, prepare o ambiente com os seus brinquedos preferidos, deixe água e comida à disposição e feche a porta para abafar o ruído (apenas se lembre de sempre conferir como ele está).

Consulte o médico veterinário

Outra alternativa interessante é consultar o médico veterinário. Isso porque ele conhece a rotina, o peso e o comportamento do seu animal e certamente indicará a melhor opção. Em alguns casos, ele pode receitar alguns tranquilizantes que ajudam nesse momento.

Lembre-se, ainda, que é fundamental ficar de olho no cão para que ele não fuja (certifique-se de que os portões estejam bem fechados). Além disso, utilize placas de identificação por precaução.

É muito comum que os cachorros tenham medo de barulho de fogos de artifício e isso acontece devido à sensibilidade do seu aparelho auditivo. Por isso, conhecer algumas dicas para protegê-lo nesses momentos é essencial para garantir que ele não se machuque.

Neste post, você conferiu algumas dicas sobre como proteger o cão do barulho de fogos de artifício. Você achou isso interessante? Se sim, aproveite para compartilhar este conteúdo nas suas mídias sociais e marcar os seus amigos que também são amantes dos bichinhos.